terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Conselhos de Deus sobre o Dinheiro

No livro Provérbios, há muitas instruções bem práticas quanto ao uso do dinheiro, muito embora às vezes sejam conselhos que preferiríamos não ouvir. É muito mais confortável continuar em nossos hábitos do que aprender como usar o dinheiro mais sabiamente.

Seja generoso em dar:11 - 24 Algumas pessoas gastam com generosidade e ficam cada vez mais ricas; outras são econômicas demais e acabam ficando cada vez mais pobres. 11 - 25 Quem é generoso progride na vida; quem ajuda será ajudado. 22 - 9 Quem é bondoso será abençoado porque reparte a sua comida com os pobres.

Coloque as necessidades das pessoas à frente do lucro:11 - 26 O comerciante que armazena mantimento, esperando preço mais alto, é amaldiçoado pelo povo; mas o que põe à venda o que tem é estimado por todos.

A lógica humana diz que devemos economizar tanto quanto possível, mas Deus afirma que abençoa os que doam seus bens, seu tempo e seu trabalho. Quando ofertamos algo, Deus nos dá ainda mais, de forma que possamos continuar a abençoar outros. Além disso, a disposição de doar nos ajuda a ter uma perspectiva correta de nossas posses. Percebemos que estas não são realmente nossas que as recebemos de Deus a fim de que sejam usadas para ajudar outros. Então, o que ganhamos por sermos generosos? Desapego às nossas posses, a alegria de ajudar a outras pessoas e a aprovação de Deus.

Tenha cautela quanto a servir como fiador:11 - 15 Quem ficar como fiador de qualquer um acabará chorando. Será melhor não se comprometer.17 - 18 Somente um tolo aceitaria ficar como fiador do seu vizinho.20 - 16 Quem aceita ser fiador de um estranho deve dar a sua roupa como garantia de pagamento.22 - 26 Não aceite ser fiador de ninguém.22 - 27 porque, se você não puder pagar a dívida, levarão embora até a sua cama.

Fiança é o contrato pelo qual uma terceira pessoa assume a responsabilidade, perante o credor, de pagar uma dívida. É uma garantia fidejussória, ou pessoal. Portanto irmão acautele-se, pois a responsabilidade de honrar o compromisso que não é seu cairá sobre os seus ombros. Caso não tenha interesse em afiançar uma dívida, diga não! A desculpa clássica de quem não quer ser fiador:

- Desculpe, meu amigo, mas não posso aceitar. É que já sou fiador de outros contratos e não estou em condições de assumir novos encargos enquanto os mesmos não se vencerem.

Não aceite subornos:17 - 23 Os juízes desonestos se vendem por dinheiro e por isso são injustos nas suas sentenças.

O suborno é um crime e a pessoa que o comete pode ser acusada pela polícia. Se uma pessoa subornar um funcionário do governo, isso é considerado um crime. Se um funcionário do governo pedir ou tentar obter suborno ou se aceitar o suborno que a pessoa lhe oferece, também está a cometer um crime.

Ajude os pobres:19 - 17 Ser bondoso com os pobres é emprestar ao Senhor, e ele nos devolve o bem que fazemos.21 - 13 Quem recusar ouvir o grito do pobre também gritará e não será ouvido.

Deus se compadece do pobre a ponto de se identificar com ele e recompensar os que ajudaram a suprir suas necessidades; Jesus confirmou esse princípio em Mateus 25.31-46. Deus ama e valoriza cada um de nós, quer sejamos pobres quer sejamos ricos. Quando ajudamos o necessitado, honramos tanto o Criador como a sua criação. Deus aceita a ajuda que damos aos necessitados como se a tivéssemos oferecido diretamente a Ele.

Guarde para o futuro:21 - 20 O homem sensato tem o suficiente para viver na riqueza e na fartura, mas o insensato não, porque gasta tudo o que ganha.

Seja cuidadoso ao tomar emprestado:22 - 7 Os ricos mandam nos pobres, e quem toma emprestado é escravo de quem empresta.

Estes provérbios apontam a necessidade de economizar para o futuro. O crédito fácil tem levado muitos a viver à beira da falência. O desejo de manter as aparências e consumir mais leva as pessoas a gastar cada centavo que ganham e a usar o seu crédito até o limite. Mas o que gasta tudo o que tem consome mais do que pode dispor. Uma pessoa sábia separa uma parte de seu dinheiro para os imprevistos. Deus aprova a precaução e a moderação. Aqueles que buscam a Deus precisam examinar seu estilo de vida, para verificar se seus gastos são supérfluos ou não. O desperdício não agrada a Deus.

Fonte: Bíblia de Estudos CPAD ( www.administradores.com.br )
Se você só estiver disposto a realizar o que é fácil, a vida será difícil. Mas, se concordar em fazer o que é difícil, a vida será fácil.

video

Nenhum comentário: